O armazenamento em nuvem realmente é mais seguro?

  • 0
Você já teve sua casa, escritório ou empresa invadida? Se não teve essa horrível experiência, já ouviu alguém comentar sobre as causas que levaram ao fato. Falta de alarme no local, fechadura frágil, falta de arame farpado, portão baixo, etc. A falta de preocupação com a segurança fez com que a empresa roubada se tornasse alvo para os bandidos.
Na internet as coisas funcionam da mesma forma. Muitas vezes me perguntam: é verdade que na nuvem meus documentos ficarão mais seguros do que se os armazenasse em um servidor local físico? Eu respondo que depende do tipo de segurança que você disponibiliza para guardar esses documentos. Na internet, como em qualquer outro local, seus documentos estão vulneráveis. Eles podem sim ser invadidos e danificados ou roubados. O ideal é que seus documentos sejam monitorados por  um profissional especializado em segurança, seja na internet ou em casa. Porém o que posso afirmar é que será mais fácil invadir o que tiver menos segurança.
Levar documentos para nuvem está cada vez mais seguro. Explico. Armazenar dados sem ter espaço em servidor físico parecia antes impossível, mas muita coisa mudou. Hoje a nuvem, ou cloud computing, está ganhando cada vez mais adeptos por custo e usabilidade facilitada. Por isso a demanda aumentou e sugiram mais especializados em proteger este conteúdo na rede. Servidores dedicados, ter senhas eficientes, softwares atualizados e ferramentas de defesa como firewalls, todas essas são medidas vão garantir que os documentos importantes de sua empresa tenham a segurança necessária, quando feito por uma equipe profissional e qualificada. 
Como, hoje em dia, inovações são lançadas a todo tempo, o trabalho de segurança também deve, constantemente, evoluir. Criminosos virtuais estão sempre dispostos a quebrar protocolos de segurança, espalhar softwares maliciosos e criar maneiras de invadir provedores. Os profissionais de TI estão sempre buscando conhecimento para lutar contra todas as ameaças virtuais. 
A legislação é outro fator que contribui para se garantir a segurança na internet. No Brasil não há nenhuma lei específica sobre o assunto. Mas algumas leis como a de Marcas e Patentes, de Software e de Direitos Autorais são entendidas como aplicáveis às questões do cloud computing. Existem tratados internacionais sobre o assunto como o de Paris, onde o Brasil é signatário. Assim, caso alguém viole a segurança dos dados e consiga ter acesso a eles, estariam sujeitos a essas leis. O Marco Civil da Internet, aprovado ano passado, trouxe diversos benefícios quando o assunto é segurança na internet.
Bom, o fato é que precisamos ter em mente que o armazenamento em nuvem veio para contribuir com os donos de empresas que necessitam guardar seus documentos por 5 ou 20 anos de forma segura e escalável. Empresas especializadas sempre vão poder proteger seus documentos da forma mais eficiente possível.








Adão Lopes é mestre em tecnologia e negócios eletrônicos e CEO da VARITUS BRASIL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário