VARITUS lança solução gratuita para emitir GNRE de acordo com nova regra de ICMS

  • 0
Solução utiliza informações contidas em NF-e e emite guia da GNRE para atender as novas regras do ICMS, automaticamente
A problemática gerada pelas alterações na regra de cobrança do ICMS pela EC 87/2015, vem afetando e-commerces por todo o país. A VARITUS Brasil, empresa de softwares voltados para emissão e gerenciamento de documentos eletrônicos, está lançando uma solução online para emitir a GNRE (Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais) automaticamente através de uma NF-e no formato XML autorizado. A página online visa tornar mais simples o trabalho burocrático, que vem forçando muitos e-commerces a fecharem suas portas. A ferramenta será lançada em 03 de março, em uma versão gratuita.
As dores causadas aos e-commerces de pequeno porte foi tão grande que dados recente da pesquisa “Paying Taxes”, feita pela PricewaterhouseCoopers e o Banco Mundial, apontaram que das 2.600 horas que uma empresa precisa gastar por ano para pagar seus impostos, 936 horas (aproximadamente 39 dias) são gastas com impostos sobre o valor agregado, como o ICMS.
Se utilizarmos a quantidade de passos no processo de pagamento e compararmos o antes e o depois, esse tempo tende a triplicar. Não é a toa que os custos burocráticos estão aumentando, além dos tributários, e em alguns casos, especialmente no caso das pequenas empresas, os custos elencados com esse novo processo não estão compensando a operação.
O aplicativo lançado pela VARITUS, denominado Faz GNRE, funcionará em uma página integrada com a Receita Federal, e recolherá todos os dados, emitirá as guias, enviando apenas os documentos pagáveis para o emissor, através de um e-mail cadastrado.
Um dos grandes problemas enfrentados com a GNRE é justamente a necessidade de emitir a guia manualmente no site da Receita Federal, tendo que digitar nota por nota, além, é claro, de calcular todas as informações referentes a ela, incluindo a partilha do ICMS para cada estado. Isso demanda, tempo, dinheiro e pessoal, recursos valiosos e caros.
Além do aumento no valor dos impostos, a burocracia do processo complicou o Simples Nacional, e o que era para ser simples, se tornou impossível para alguns. “Nesse cenário é preciso encontrar soluções eficientes que garantam que processos complexos como esse não afetem o bom funcionamento do seu negócio”, conta Adão Lopes, CEO da VARITUS Brasil, “O cliente vem em primeiro lugar, e esse processo está travando as operações, além de aumentar custos e prazo de entrega".
A solução ainda não é funcional para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, por motivos ligados ás secretarias dos referidos estados, porém a VARITUS continua trabalhando para estender o benefício a esses locais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário